A importância das fibras alimentares

Postado em 02/03/2024 às 11h:00

Antes de falarmos sobre os benefícios e impactos das fibras alimentares na nossa saúde, é necessário entendermos, de forma mais detalhada, o que são as fibras. As fibras alimentares nada mais são do que tipos de carboidratos não digeríveis pelo nosso organismo, ou seja, nosso corpo não consegue, de forma geral, extrair energia desses carboidratos em específico. Isso acontece, pois, as fibras possuem um tipo de ligação química entre suas moléculas diferente dos outros carboidratos, e o nosso corpo não possui a enzima digestiva capaz de quebrar essa ligação, fazendo com que esse nutriente não seja digerido e tampouco absorvido pelo trato gastrointestinal.

Elas são classificadas em dois tipos principais: solúveis e insolúveis.
As fibras solúveis dissolvem-se em água e formam uma espécie de gel no trato digestivo, enquanto as fibras insolúveis não se dissolvem em água e permanecem intactas durante a digestão. Ambos os tipos de fibras desempenham funções importantes para a saúde e, dessa forma, os dois tipos devem estar presentes na dieta dos indivíduos, já que são saudáveis e importantes.

As fibras alimentares são um componente essencial em uma dieta saudável, desempenhando um papel fundamental na manutenção da saúde e na prevenção de diversas condições crônicas, como diabetes, hipertensão arterial sistêmica e outras patologias cardiovasculares. Elas são encontradas em uma variedade de alimentos de origem vegetal, como frutas, verduras, legumes, grãos integrais, sementes e leguminosas.
Apesar de serem frequentemente subestimadas, as fibras desempenham múltiplos papéis no organismo, que vão além de simplesmente promover a saúde intestinal. Neste texto, explicaremos em detalhes a importância das fibras na dieta, destacando seus benefícios para a saúde.

As fibras promovem a saúde do sistema digestivo de várias maneiras. Elas aumentam o volume das fezes, facilitando sua passagem pelo intestino e prevenindo a constipação. Além disso, as fibras insolúveis ajudam a prevenir diverticulite e hemorroidas, reduzindo o risco de complicações intestinais. Ademais, uma dieta rica em fibras pode ajudar no controle do peso corporal, pois as fibras solúveis aumentam a sensação de saciedade, o que pode reduzir a ingestão calórica total e, consequentemente, evitar o ganho de peso. Além disso, as fibras têm baixo teor calórico e proporcionam uma sensação de plenitude, ajudando a controlar os “impulsos alimentares”.

Outro benefício importante das fibras é no controle da glicemia (níveis de “açúcar” no sangue). As fibras solúveis retardam a absorção de glicose, evitando picos de açúcar no sangue após as refeições. Isso é especialmente importante para pessoas com diabetes, pois ajuda a manter os níveis de glicose sob controle. Mas não é só na diabetes que as fibras podem atuar, pois já existem muitos estudos mostrando que uma dieta rica em fibras está associada a um menor risco de doenças cardiovasculares. As fibras solúveis ajudam a reduzir os níveis de colesterol LDL (“ruim”), enquanto as fibras insolúveis estão associadas a uma redução do risco de hipertensão arterial.

Por fim, vale ressaltar que as fibras alimentares servem como alimento para as bactérias benéficas do intestino, conhecidas como microbiota intestinal. Uma microbiota saudável está associada a uma série de benefícios para a saúde, incluindo uma melhor função imunológica e redução do risco de doenças inflamatórias intestinais.

Texto por: Pietra Fogaça – Nutricionista

Veja também

Efeito sanfona

O efeito sanfona pode ser definido como um processo de recuperação rápida do peso ou então variações cíclicas no peso.

Como identificar os sinais de fo...

É importante entender que fome e apetite são distintos. Fome é caracterizada pela redução energética de estoque, já o apetite é uma questão de desejo.

Dieta low carb emagrece mais?

A dieta low carb é um estilo alimentar que se caracteriza pela redução significativa do consumo de carboidratos.