Comissão Própria de Avaliação

Um comitê formado por membros da comunidade acadêmica!

Comissão Própria de Avaliação

A Comissão Própria de Avaliação da Faculdade UNIGUAÇU é um comitê formado por membros da comunidade acadêmica em atenção à Lei nº 10.861/2004 e ao Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior – SINAES – e tem por função precípua desenvolver, instrumentalizar e fomentar um processo contínuo de autoavaliação da IES, demonstrando a realidade da mesma, com o fito de aferir o seu desenvolvimento, utilizando seus resultados como ferramenta para decisões futuras.

Importa salientar que o conhecimento do status quo da IES quanto ao seu desenvolvimento pedagógico, sua qualidade no oferecimento de serviços educativos, sua importância no desenvolvimento econômico e cultural de seu entorno, é fator mister para aprimoramento e nos últimos anos, as informações obtidas através da CPA tem sido o referencial para os processos de tomada de decisão da IES em todos os setores.

Segundo orientação do MEC/SINAES, a avaliação interna é “um processo cíclico, criativo e renovador de análise, interpretação e síntese das dimensões que definem a instituição”. Nesta linha, a avaliação institucional da Faculdade UNIGUAÇU é pilarizada por princípios de honestidade, veracidade, abordagem crítica, fidelidade de resultados, objetividade, simplificação, metodicidade, integração e adaptação.

Conquistas da CPA 2016/2017

– Ampliação do acervo da Biblioteca;
– Biblioteca Virtual;
– Reestruturação dos Laboratórios;
– Reestruturação da Pista de Atletismo;
– Reestruturação do Ginásio Poliesportivo;
– Espaço de Convivência e Alimentação;
– Reestruturação dos Espaços de Serviços Acadêmicos;
– Acessibilidade;
– Laboratório de Metodologias Ativas;
– Reestruturação do estacionamento;
– Ampliação da rede wifi;

Membros da CPA – 2017

Presidente: Professor Jacinto Vagner Rupp
Membro: Professora Claudia Symone Dias Roland
Membro: Professor Gleison Miguel Lissemerki Ferreira
Membro: Professora Cíntia Maria Basso dos Santos
Membro: Professora Liane Piacentini
Membro: Professor Aldair José Ghiotto
Membro: Professor Osni Antônio Zanoni
Representante do Corpo técnico-administrativo: Beatriz Marilene Schmidt Bueno
Representante discente: Thiago Macerol da Silva
Representante discente: Alberi Reinheimer, Acadêmico de Ciências Contábeis
Representande do Corpo técnico-administrativo: Cleide Maria Ceolin
Membro da Sociedade Civil Organizada: Sidney Moreira

Membros da CPA – 2016

Professor Alcindo Becker Diretor Geral
Professor Rodrigo Becker (Presidente)
Professora Claudia Symone Dias Roland (Secretária da CPA)
Professora Daniela Munarini Almeida (Membro)
Professora Cíntia Maria Basso dos Santos (Membro)
Professor Jacinto Vagner Rupp (Membro)
Professor Osni Antônio Zanoni (Membro)
Professora Liane Piacentini (Membro)
Beatriz Marilene Schmidt Bueno (Secretária Acadêmica)
Thiago Macerol da Silva (Acadêmico de Enfermagem)
Alessandra Dal Moro Siviero (Acadêmica de Administração)
Alberi Reinheimer (Acadêmico de Ciências Contábeis)
Cleide Maria Ceolin (Corpo técnico-administrativo)
Sidnei Moreira (Membro da Sociedade Civil Organizada)

Membros 2014

Professor Jair Antônio Raffaelli (Presidente)
Professora Claudia Symone Dias Roland
(Pesquisadora Institucional/Secretária da CPA)
Professora Reinalda Blanco Pereira (Membro)
Professora Eva Mansour (Membro)
Professor Tiago Ribeiro (Membro)
Professor Jacinto Vagner Rupp (Membro)
Andréa Stefânia Sereni (Dirigente)
Beatriz Marilene Schmidt Bueno (Secretária Acadêmica)
Sidnei Moreira (Acadêmico Administração)
Milton Padilha (Acadêmico Ciência Contábeis)
Thiago Mocelli (Acadêmico Enfermagem)
Rúbia Viviane Heinch Cassol (Corpo técnico- administrativo)
Vera Heinsch (Membro da Sociedade Civil Organizada)
Liane Simonato (Membro da Sociedade Civil Organizada)

O PAI-F faz parte dos trabalhos da CPA – Comissão Própria de Avaliação da Instituição de Ensino Superior (IES) e é exigência prevista na legislação educacional preconizada pelo Ministério da Educação. Visa buscar subsídios para o aprimoramento institucional tangente à docência, às disciplinas, às coordenações e à secretaria acadêmica. Através da análise global e integrada destas dimensões pedagógicas e estruturais, a IES terá condições de estabelecer estratégias e metas – com a participação democrática de toda a comunidade acadêmica – e ainda modelos que possam contribuir para o aperfeiçoamento das práticas de ensino, corroborando com a eficiência dos processos pedagógicos. Essa visão crítica oportunizará a IES direcionar as ações para o aperfeiçoamento com direta repercussão na qualidade de ensino.

Os trabalhos da CPA 2024 ano 2023 vão começar!

Lei n° 10.861/2004 SINAES

Missão:

Levantar dados da lES em todos os setores com o protagonismo da comunidade acadêmica e sociedade para corroborar no processo de tomada de decisão dos gestores na busca do aprimoramento dos serviços educacionals.